Cirurgia Dentária

Se ficar sem um dente, o seu dentista deverá o substituir, pois deixar intervalos entre os dentes faz que estes se desloquem, aumentando a possibilidade de cáries e doenças das gengivas. Além disso, um dente que mudou significativamente de posição pode modificar uma oclusão correta, afetando as articulações e músculos do maxilar e provocando dores e dificuldades de mastigação. Sem uma dentição completa, os músculos faciais podem se tornar relaxados.


Eis as opções para substituição um dente.


Ponte Fixa

Aparelho formado por um ou mais dentes artificiais presos a coroas ou a outros dispositivos nos dentes adjacentes. É muito importante que quem tenha uma ponte fixa use o fio dental com regularidade em redor dos dentes de apoio, para que estes se mantenham saudáveis, pois de outro modo não conseguirão sustentar a ponte. Tente alcançar o espaço entre a base da ponte e a gengiva, e peça ao seu dentista que o elucide sobre escovas especiais para lavar a zona entre o dente de substituição e os dentes de apoio.

Prótese Amovível

Se não houver dentes adjacentes, ou estes não forem adequados como suporte, o seu dentista poderá aplicar-lhe uma prótese amovível (dentadura parcial); esta apoia-se na gengiva e prende-se com ganchos a um ou mais dentes. Como a pressão destes ganchos pode fazer soltar os dentes de suporte, o aparelho deve ser verificado periodicamente. Não se esqueça de tirar e escovar diariamente a prótese.

Dentaduras Completas

São aparelhos plásticos com um conjunto de dentes falsos para um ou ambos os maxilares, que se fixam às gengivas por sucção. As dentaduras «imediatas» são aplicadas assim que os dentes são extraídos, para ajudar a diminuir a tumefacção e a controlar a hemorragia, e permitir o funcionamento normal do doente enquanto os tecidos cicatrizam. Uma vez cicatrizados os tecidos, faz-se e aplica-se a dentadura «definitiva». Todas as dentaduras novas causam, a princípio, um pouco de dor; consulte o dentista se a irritação persistir e especialmente se sentir que a dentadura não é estável, porque uma má adaptação pode provocar reabsorção óssea. Se o dentista não objetar, aplique uma cola, mas só como medida temporária.

Implantes Dentários

Estas ancoragens em titânio, inseridas no osso maxilar, são caras mas começam já a substituir as pontes e dentaduras tradicionais. Alguns meses depois da sua aplicação — o que dá tempo à formação de osso em redor do metal — aparafusam-se pilares às ancoragens, para suporte dos dentes artificiais. Quando a operação é bem sucedida, o osso liga-se ao metal, permitindo que o tecido da gengiva forme um vedante em redor dos pilares. Os dentes, agora fixos permanentemente, funcionam como se fossem naturais. Os estudos revelam que os implantes têm êxito na grande maioria das pessoas, mas, em alguns casos, não cresce osso em volta da base do implante, provocando a instabilidade do dente e aumentando o risco de infeção. Se a técnica não for corretamente utilizada, poderá haver uma probabilidade muito ligeira de complicações graves, como lesão dos nervos da face e da boca. Para que o dentista considere a utilização desta técnica, o doente deve ter gengivas saudáveis e um osso do maxilar adequado à ancoragem firme dos implantes. Esta técnica não é aconselhável a pessoas com doenças que possam demorar a cicatrização ou aumentar as hipóteses de infeção. A decisão exige um diagnóstico cuidadoso e planeamento do tratamento e tudo isto deverá ser previamente discutido com o seu dentista.

Os novos tratamentos que alteram a superfície dos dentes tornando-os esteticamente mais atraentes são os mais populares. Existem brackets que endireitam os dentes de forma bastante discreta, e novas técnicas que restauram os dentes partidos, rachados ou manchados.

Branqueamento

Podem usar-se vários produtos para branquear os dentes e o tratamento pode requerer de uma a três sessões. (Peça ao seu dentista que o oriente se pretender utilizar um método mais económico, que possa fazer em casa.) O processo pode irritar temporariamente as gengivas, a boca e dentes sensíveis. O branqueamento pode não ser recomendável a quem tenha dentes hipersensíveis ao quente e ao frio. Está a ser testado um novo processo de branqueamento dos dentes com laser, mais rápido, mas a segurança deste método não está ainda inteiramente avaliada.

Técnica adesiva

Este procedimento não só pode tornar os dentes mais claros, como repara eventuais fracturas. Na técnica adesiva directa utiliza-se resina plástica para restaurar a forma do dente. Esta restauração pode durar cinco ou mais anos antes de ser necessária a sua reparação. Na técnica adesiva das facetas, a superficie do dente é totalmente revestida por um delgado folheado, semelhante a esmalte, em resina ou porcelana. As facetas duram muito tempo, mas são afectadas pela pressão da oclusão ou por determinados hábitos, como ranger os dentes. Comparado com as coroas, método convencional de reparação de dentes partidos ou rachados, a técnica adesiva é mais rápida, mais fácil e menos cara. Embora com as facetas (e ocasionalmente com a técnica adesiva direta) se perca um pouco do esmalte natural do dente, o tamanho deste não é tão significativamente reduzido como no caso da coroa. Mas há aspectos negativos: os dentes tratados com técnica adesiva podem danificar-se quando se trincam alimentos duros, e ficar manchados com fruta, café, chá e vinho e os ácidos da saliva.

Aparelho Dentário

Estes aparelhos já não se destinam exclusivamente a crianças, como acontecia anteriormente. Embora a idade ideal de aplicação dos brackets seja entre os 10 e os 14 anos, também os adultos podem beneficiar da ortodontia. Os dentes mal alinhados não só afectam a aparência, como podem ser difíceis de limpar, aumentando o risco de cárie e doenças das gengivas. Actualmente, muitos tipos de brackets mal se notam (o tipo lingual, preso à parte de trás dos dentes, fica completamente escondido). Os brackets completos são habitualmente usados 18 a 30 meses. Durante este período, é essencial abster-se de alimentos açucarados e manter uma boa higiene oral. O dentista apertará periodicamente os arames dos brackets, o que pode causar algum incómodo por um ou dois dias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*