Cuidados Após Picada de Abelha

A natureza é fértil em animais que mordem, picam e envenenam usando as presas, os ferrões, as mandíbulas ou os tentáculos. Felizmente, a maior parte dos ataques não passa de um incómodo doloroso, embora em relação às crianças, às pessoas de idade ou alérgicas se devam tomar precauções. Os perigos aumentam, contudo, se se é atacado por um animal portador de uma doença.


O bom senso ajuda a evitar encontros desnecessários. Embora alguns animais, como os mosquitos, procurem activamente o homem, a maioria só ataca quando se sente ameaçada. De qualquer forma, vale a pena aprender a tratar mordeduras para o caso de acontecerem. Muitas pessoas são alérgicas ao veneno de abelha. Para muitas delas, uma picada resultará em dor e prurido maiores do que o normal. Mas para pessoas com alergias graves, as picadas de abelha podem desencadear um estado perigoso, denominado choque anafiláctico.

A picada da abelha é muito dolorosa, mas, para as pessoas alérgicas ao seu veneno, pode ser mortal. A picada de vários outros membros da ordem dos Himenópteros, incluindo vespas e besouros, provoca também reacções que podem causar a morte.

Quando confrontado com uma abelha ou uma vespa, mantenha-se calmo e afaste-se devagar. Ao morderem, as abelhas e as vespas libertam uma substância química que atrai outros animais da mesma espécie. Por isso, se for mordido, saia rapidamente da área. Se for ata-por um enxame, deite-se de barriga para baixo e tape a cabeça com as mãos.


A abelha é o único himenóptero que possui um ferrão farpado que se separa do corpo, causando a morte da própria abelha. Como o ferrão continua a injetar veneno para a pele durante alguns minutos, é importante extraí-lo imediatamente. Para evitar introduzir mais veneno, faça-o sem apertar o saco do veneno na extremidade do ferrão. Extraia o ferrão com a unha, um canivete ou um cartão de crédito e lave a área com água e sabão, aplicando depois gelo para reduzir o edema. A seguir, pode aplicar uma loção de calamina. Se sentir tonturas ou dificuldades respiratórias, dirija-se imediatamente ao serviço de urgência do hospital mais próximo.

Como cuidar da picada de uma abelha

Entre os sintomas, figuram a urticária, dificuldades de respiração, delírio, tumefacção da língua ou da garganta, náuseas e intensas dores de cabeça. Se sentir alguma destas reacções, procure imediatamente auxilio médico de emergência; um atraso de tratamento pode ser fatal. As pessoas que suspeitam ser alérgicas às picadas de abelha devem consultar um alergologista, que as sujeitará a um exame específico. Se o exame for positivo, o médico pode recomendar uma série de injeções antialérgicas para criar resistência ao veneno.

Os médicos recomendam também que se use uma pulseira de alerta médico e uma seringa de epinefrina pronta a injetar (obtida por receita). Se for mordido, injetando este medicamento pode deslocar-se a um serviço de urgência para observação e ulterior tratamento.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*