Sexo na Gravidez – Sim ou Não, Benefícios

Ficar grávida não desperta apenas dúvidas sobre os cuidados com a alimentação, a saúde do bebé, etc. Na gestação, muitas mulheres questionam se podem ou não ter relações durante a gravidez, pois têm medo de colocar o filho em perigo.


Por isso saiba aqui se pode ou não praticar sexo durante a gravidez.

Pode?

Sim! Durante a gravidez, pode ter relações sexuais normalmente, pois isso não prejudica a evolução do bebé. O sexo só deve ser evitado se houver algum problema específi­co — caso apresente hemorragias, trabalho de parto prematuro, infecção urinária, entre outros — ou por recomendação médica. E não importa de quantos filhos a mulher está grávida. Fazer amor ou não durante a gravidez vai depender apenas de como a gestação está a progredir se está tudo bem ou se há complicações.


Beneficios

Além de trazer equilíbrio emocional, o sexo durante a gravidez traz vários benefícios. Al­gumas transformações corporais, como o aumento das mamas, fazem a mulher sentir-se mais bonita, sensual e deseja­da, o que aumenta o prazer na ralação. É um período em que a relação com o amado amadurece.

Algumas mulheres chegam, inclusive, a ex­perimentar um orgasmo mais intenso nesta fase. Isso é normal depois dos três primeiros meses, quando as sensações incómodas do início da gravidez (enjoo, vómito…) passam e a libido da mulher volta ao normal — em alguns casos, até aumenta. O homem só precisa de ter um pouco de cuidado com os seios, que ficam maiores e mais sensíveis.

Posição

Não há uma posição proibida, mas o reco­mendável e mais confortável seria a decúbito lateral, na qual a mulher fica deitada de lado na cama, apoiando a cabeça no tra­vesseiro e o par deita-se atrás dela. E não se preocupe, não há perigo da penetração magoar o bebé.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*