Hidroterapia

O uso das propriedades curativas da água é uma prática antiga. Se consultar um especialista de hi­droterapia (os naturopatas usam frequentemente técnicas de hidroterapia), pode ser tratado com banhos de assento (senta-se dentro de água quente com os pés em água fria e depois alterna), com compressas quentes e frias, alternando banhos quentes e frios, saunas, duches e banhos turcos, talassoterapia (tratamento com água do mar) e hi­dromassagem. O tratamento com água quente procura fazer que o corpo transpire; isso obriga as «impurezas» do organismo a saírem pela pele.


A prática comum na hidroterapia de aplicar al­ternadamente água quente e fria sobre o corpo faz que os vasos sanguíneos que se encontram sob a pele dilatem e contraiam rapidamente, o que aumenta o fluxo sanguíneo e estimula a eliminação de produtos tóxicos não assimilados.

As dores de costas, as tensões musculares e o reumatismo são problemas que costumam reagir muito bem ao tratamento de hidroterapia.

Usar técnicas de hidroterapia em casa

As banheiras com chuveiro são ideais para o au­totratamento. Experimente mergulhar o corpo durante 15 minutos num banho quente e depois levantar-se e tomar um duche frio rápido para fechar os poros da pele e fortalecer o organismo. Pode repetir todo o processo para obter um efeito ainda maior, mas da segunda vez não necessita de ficar na água quente tanto tempo.

Pode aplicar-se o mesmo princípio aos banhos de assento e de pés — primeiro deixe-se estar em água muito quente e depois numa imersão rápida e fria. Uma banheira de assento — que teria de ser comprada de propósito e instalada em casa —permite que as ancas e os pés experimentem tem­peraturas diferentes em simultâneo, estimulando a circulação. Consulte o médico antes de expe­rimentar estes tratamentos se sofrer de doença cardíaca ou hipertensão.


A água é um dos remédios naturais mais disponíveis, embora o seu valor terapêutico seja frequentemente subestimado. A gama de técnicas usadas na hidroterapia para evitar e tratar doenças é variada.

Tal acontece sobretudo para problemas que dizem respeito aos músculos e às articulações e a estados relacionados com o stress, embora também possam estar em causa outros problemas desde alergias a dificuldades emocionais, perturbações digestivas, doenças de pele e insónias.

A maioria dos tratamentos que estes terapeutas oferecem são considerados de forma positiva por muitos médicos de clínica geral e especialistas. Na realidade, a maior parte dos médicos defende uma alimentação saudável, exercício regular, técnicas de relaxamento e um estado emocional positivo como pontos importantes para o bem-estar geral.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*